quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Golpe de Estado

A demissão de Alberto João Jardim e o anúncio da sua recandidatura mais não é do que proclamar a dissolução da Assembleia Legislativa Regional da Madeira. Uma vez que não tem poderes constitucionais para isso, trata-se de um golpe de Estado. Se tiver tempo, amanhã conto aqui explicar o meu ponto de vista.



João Paulo Pedrosa